Relatório: veja como os RHs estão se preparando para o retorno ao trabalho

Por Social Bank 22 out 21

O Social Bank sempre teve o objetivo de ajudar, facilitar e mudar a vida das pessoas e das empresas, e neste momento não seria diferente. Depois de quase dois anos do início da pandemia, com algumas empresas se organizando pra voltar ao trabalho presencial, decidimos realizar uma pesquisa com especialistas de Recursos Humanos de diferentes empresas do Brasil.  

Os dados foram coletados entres os meses de agosto e setembro de 2021 através de uma pesquisa online feita com 71 empresas de 17 diferentes segmentos, dentre eles: indústrias, Organizações Não Governamentais (ONGs), instituições de ensino e empresas prestadoras de serviço. 

Neste post, vamos apresentar algumas informações e conclusões, e você pode acessar o relatório completo, com todos os resultados, aqui.  

Perfil das empresas e alguns insights 

  • 53% das empresas participantes tem entre 21 a 100 colaboradores e 21% tem entre 01 a 20 colaboradores, totalizando mais da metade da amostra (51%). 
  • 43% dos pesquisados atuam há mais de 10 anos no setor de RH e 50% deles trabalham em empresas com mais de 5 mil colaboradores. 
  • Quem é mais experiente tende a ocupar cargos em grandes empresas e empresas de maior porte investem mais em RH.  

O desafio na gestão de RH 

Com a realização da pesquisa constatamos que 76% das empresas acreditam que o desafio do futuro na gestão de recursos humanos será engajamento e retenção de talentos. 

Quase todas as empresas entrevistadas mantiveram ou aumentaram o orçamento para o setor de Recursos Humanos durante o ano de 2021, e a maioria delas espera que o retorno ao trabalho presencial pós-pandemia traga mais admissões, independente do setor.  

O retorno ao trabalho presencial 

Com a transformação digital e o avanço da vacinação no Brasil, o trabalho híbrido/remoto é mais do que realidade segundo os entrevistados, uma vez que apenas 20% da amostra pretendem ter o retorno 100% presencial, sendo 30% representantes pelo setor de Serviços.  

Vale lembrar que no momento em que a pesquisa foi realizada, mais de 61% dos brasileiros já estavam com pelo menos uma dose da vacina aplicada, segundo dados das Secretarias Estaduais de Saúde. 

O uso de tecnologia 

Mais de 80% dos entrevistados que atuam no setor industrial acreditam ter tecnologia média ou baixa. Mesmo com o budget se mantendo ou aumentando, 33% dos entrevistados que trabalham neste setor não investiram em novas tecnologias. 

  • Industrias não possuem tecnologias avançadas de gestão e ainda não investem, mesmo com orçamento aumentado por acharem que não é necessário ou não é prioridade. 
  • Profissionais que estão há mais tempo no mercado podem ter dificuldade com implementação de novas tecnologias de gestão. 
  • Além do setor de indústrias, os setores de serviços, de consultoria e de ensino também acreditam que o uso de tecnologia é baixo.  

Budget de empresas com até 100 colaboradores 

Boa parte das médias empresas tiveram orçamento aumentado, o que abre margem para investir em soluções digitais no retorno ao trabalho pós pandemia. Mesmo as empresas que tiveram o orçamento reduzido estão otimistas quanto ao futuro. 

O futuro vem aí! 

Depois de tantas mudanças nos últimos anos, é notável que as empresas precisam se modernizar e oferecer um ambiente mais propício à inovações e tecnologia.  

Além disso, é necessário trabalhar em ações para ter colaboradores mais engajados e motivados, além de líderes empáticos. 

Acesse a pesquisa completa aqui

Quer saber mais sobre as soluções do Social Bank? Conheça os nossos produtos e serviços

Facebook Comments Box
Fechar