Entenda o que é um Plano de Carreira e como elaborar um

Por Social Bank 27 ago 21

Criar um plano de carreira é determinar, com alto grau de clareza, como cada colaborador pode progredir dentro da organização. Afinal, toda vez que o profissional conquista uma nova oportunidade de trabalho, o seu propósito é galgar degraus mais altos e desempenhar funções de maior responsabilidade.

O caminho traçado pela empresa junto ao setor de recursos humanos é chamado de plano de carreira ou plano de cargos e salários. Se a empresa ainda não desenvolveu esse manual, está na hora de dar o primeiro passo.

Para ajudar nessa tarefa, elaboramos um conteúdo com dicas sobre criação de plano de carreira. Também vamos mostrar a importância disso para os funcionários. Continue lendo para conferir todos os detalhes!

O que é plano de carreira?

Em termos simples, o plano de carreira é um instrumento usado por gestores para traçar o futuro de seus colaboradores na empresa. Nesse documento, devem constar as atribuições de cada cargo, a descrição do piso e do teto da remuneração, bem como os benefícios oferecidos.

Também há um espaço para definir os critérios para assumir cargos, conceder promoções ou aumentar o salário. Os principais requisitos são:

  • formação acadêmica;
  • testes comportamentais;
  • recomendação do gestor;
  • conclusão de treinamentos internos;
  • total de anos trabalhados na organização;
  • mínimo de anos trabalhados na posição atual.

Um plano de carreira bem elaborado deve ser público para que a equipe esteja ciente das possibilidades de ascensão e fique motivada para atingir esse objetivo.

Como criar um plano de carreira?

É importante destacar que, se a sua empresa já adota esse instrumento, o ideal é que faça atualizações periódicas para refletir o momento atual. Por outro lado, se essa é a primeira vez que o plano será elaborado, vale a pena buscar orientação. Listamos algumas dicas para auxiliar.

Envolva os colaboradores nesse processo

Definir o perfil do funcionário ideal depende de conhecer como a equipe interage entre si e com a liderança. Por isso, é recomendado consultar esses profissionais para entender o que esperam e qual tipo de comportamento é compatível com a cultura organizacional.

Esse momento também é indicado para sinalizar a necessidade de realizar mudanças nesse perfil, de modo a trazer pessoas com competências diferentes e aproveitar a entrada de “sangue novo”.

Além disso, esse processo é colaborativo, no qual os profissionais podem dizer quais são as suas expectativas para o futuro e como imaginam as próximas etapas da carreira. Portanto, dê abertura para que o time comunique os seus planos de curto e longo prazo.

Estabeleça objetivos e metas

Essa é uma etapa que requer reflexão para decidir quais são os critérios de avaliação dos colaboradores e quais metas devem ser alcançadas em determinado período. Para que o funcionário possa progredir, é necessário descrever e divulgar os objetivos, as recompensas e o prazo para a execução.

As metas podem ser individuais ou em grupo, com claras formas de avaliação e divulgação dos resultados. Vale destacar que elas devem ser revisadas e variar de acordo com o momento que organização está vivendo.

Contudo, a criação de metas deve garantir que elas sejam possíveis de alcançar. Caso contrário, a equipe vai lidar com a desmotivação e o ressentimento, pois a dificuldade gera a sensação de que a empresa não tem interesse em ver o objetivo cumprido.

Ofereça feedback regularmente

Estabelecer um momento de diálogo entre os gestores e a equipe é essencial para comunicar sucessos e conversar sobre as melhorias que precisam ser adotadas. O feedback ajuda a reforçar comportamentos positivos e a mudar o que for necessário.

Essa prática pode ser feita periodicamente ou sempre que o gestor sentir que há alguma situação que precisa ser abordada. Lembre-se de que é um relacionamento de mão dupla, ou seja, o gestor também deve ser avaliado pela equipe.

Potencialize as forças da equipe

Uma das formas de ajudar no desenvolvimento profissional da equipe é identificar quais são as forças e fraquezas dos integrantes. Esse processo de avaliação é essencial para identificar as lacunas e potencializar as habilidades que o colaborador já possui.

Isso também ajuda a focar nos pontos positivos e nas áreas que são vitais para os resultados da empresa. Quando a formação do funcionário é desenvolvida constantemente, fica mais simples começar a inovar e propor soluções para os desafios que a empresa enfrenta.

Ajude a desenvolver o potencial

Reconhecemos que nem sempre é possível contratar alguém que tenha 100% de compatibilidade com o perfil desejado. Contudo, há a oportunidade de desenvolver o profissional e fazer com que chegue ao patamar desejado.

Esse é um fator que ajuda a diminuir a rotatividade e garante agilidade no processo de adaptação com o restante da equipe. Assim, é possível reter talentos e aumentar a satisfação no ambiente de trabalho.

Qual é a importância do plano de carreira?

Acreditamos que o funcionário com o perfil certo produz mais e com maior dedicação. Esse fator é atribuído ao fato de o gestor conhecer as necessidades do cargo e encontrar o profissional compatível. Há ocupações para as quais pessoas com perfil técnico e analítico são ideais, enquanto grandes motivadores tendem a ser líderes mais efetivos.

Saber identificar cada um e entender o seu potencial é o que faz a diferença nos resultados. Além disso, um programa de capacitação interna e de treinamentos para a formação de gestores ajuda a desenvolver as competências necessárias para conquistar promoções.

Isso também favorece o processo de recrutamento interno, no qual é possível valorizar os profissionais que já fazem parte da organização e conhecem o funcionamento do negócio.

Por fim, o seu objetivo como profissional da área de recursos humanos é garantir que a empresa contrate o candidato com o melhor perfil possível. Mas também é seu dever garantir que esse profissional encontre suporte para se desenvolver.

A criação do plano de carreira é apenas um dos instrumentos usados para reter talentos, evitar a rotatividade e ajudar o negócio a crescer.

Você já teve a oportunidade de construir um plano de carreira? Se quer mais informações sobre o assunto, assine a nossa newsletter para receber conteúdos em primeira mão.

Facebook Comments Box
Fechar