Planejamento de RH para 2022: fique por dentro das tendências

Por Social Bank 10 dez 21

Já parou para fazer o planejamento de RH para 2022? O próximo ano está logo ali, e ter um olhar analítico sobre o radar de tendências dessa área é importante para se preparar para novos desafios — esses que foram trazidos, em especial, pelo ano de 2021, que representou muitas mudanças para as empresas e seus colaboradores.

Mas, afinal, como engajar os funcionários e agregar mais valor à instituição como um todo? O planejamento de RH é fundamental nesse contexto, pois permite que o setor tenha um olhar mais estratégico e analítico sobre os processos. Continue a leitura e entenda como!

Por que o planejamento estratégico é tão importante?

O planejamento de RH deve caminhar em direção aos objetivos da empresa. Por isso, muito mais do que definir salários e ser responsável pelas contratações, o setor tem se firmado como uma parte integradora de diferentes áreas. Para um planejamento adequado, é sempre importante observar os seguintes passos:

  • revisão da política de recursos humanos;
  • definição de orçamento;
  • identificação de necessidades dos colaboradores;
  • mapeamento de gaps de ações anteriores;
  • reunião com a gestão.

Quais são as tendências de planejamento de RH para 2022?

Não é novidade, mas vale lembrar que o RH também atua para reforçar os valores e processos da empresa, garantindo uma comunicação mais efetiva. Seja por meio de novas tecnologias ou de novos KPI’s, é muito importante pensar e se preparar para o futuro. Confira, abaixo, algumas tendências.

Foco na saúde e no bem-estar do colaborador

Com a pandemia, a atuação híbrida ou em home office se tornou necessária e novos comportamentos começaram a surgir. Assim, algumas métricas foram renovadas. Quer um exemplo? Muitos trabalhadores passaram a ficar mais preocupados e ansiosos, não apenas com a saúde, mas também com a situação econômica do país.

Como reflexo disso, diversas empresas identificaram a necessidade de uma postura mais humanizada, com líderes com uma inteligência emocional maior, que oferecessem ambientes de trabalho mais flexíveis.

Desenvolvimento de novas habilidades

As ações de employer branding também envolvem ofertas de valor. E, no mercado, já se sabe que os profissionais valorizam especializações e querem se desenvolver, cada vez mais, com planos de carreira bem definidos.

As empresas podem oferecer cursos e treinamentos para que seus colaboradores:

  • entendam melhor seus produtos;
  • estejam mais fortes diante da concorrência de mercado;
  • possam crescer em suas funções.

Diversidade e inclusão

Mesmo que urgente, a diversidade e a inclusão ainda são desafiadoras para as empresas. Principalmente por falta de políticas assertivas e direcionadas, as instituições excluem (nem sempre propositalmente) potenciais colaboradores. Muitas vezes, isso é por falta de uma visão mais ampla sobre como chegar nessas pessoas e oferecer as oportunidades corretas.

Gestão direcionada por dados

O People Analytics continua como um dos métodos mais populares do RH. Porém, entende-se que os dados não devem apenas servir às empresas, mas também às pessoas que fazem parte de toda a instituição.

Afinal, como a modelagem e o diagnóstico dos dados pode ajudar com que a empresa tenha ações mais preditivas e resolutivas? A ideia é fazer, exatamente, com que a tecnologia (o Big Data e o B.I, por exemplo) seja ainda mais valiosa, facilitando processos e abrindo novas portas.

E então, gostou de conhecer as tendências do planejamento de RH para 2022? Viu como o planejamento é importante? Prepare-se para o próximo ano e tenha uma postura ainda mais estratégica. Leia nosso artigo sobre como estabelecer metas!

Facebook Comments Box
Fechar