O que você precisa saber sobre o papel das fintechs na inclusão social

Por Social Bank 20 maio 21

O termo fintech é uma junção dos termos financial technology, que significa, em sua tradução literal, tecnologia financeira. Como o próprio termo induz, é o conceito para empresas ou startups de serviços financeiros que utilizam a tecnologia como diferencial em relação aos tradicionais empreendimentos do ramo.

No artigo que você verá a seguir, traçaremos um breve panorama sobre essa tendência de mercado, além de abordarmos o papel desempenhado por elas e como afeta a vida das pessoas. Se você se interessa por esses assuntos, continue conosco!

O que são e como surgiram as fintechs?

Já mencionamos que as fintechs são empreendimentos do âmbito financeiro que se apropria da tecnologia, utilizando-a como principal ferramenta para a prestação dos seus serviços. E, apesar de parecer uma ideia completamente inovadora, o sistema financeiro, desde o surgimento dos primeiros caixas eletrônicos, tenta facilitar a vida dos usuários, livrando-os das famigeradas filas de banco.

Entretanto, a ascensão e popularização da internet acelerou o avanço tecnológico e inovou completamente a maneira como as pessoas lidam com dinheiro e também o modo como se relacionam com a instituição financeira a qual pertencem.

A alta competitividade e o barateamento dos custos dos serviços causaram uma verdadeira revolução nas fintech, que une tecnologia da informação e serviços financeiros.

Quais as suas principais características?

Agora que já sabemos o que são e como surgiram as fintechs, traremos algumas de suas principais características que as diferenciam dos tradicionais empreendimentos do ramo financeiro.

Uso da tecnologia

O uso da tecnologia de modo eficiente, é, sem dúvida, a característica mais marcante. Toda estrutura da empresa ou grande parte dela, concentra-se no ambiente virtual, barateando os custos dos seus serviços, que, no ambiente virtual costumam ser otimizados.

Otimização

Sabemos que o uso da tecnologia tem o potencial de otimizar tempo e poupar gastos. O grande diferencial das fintechs não são os serviços que elas oferecem, mas como elas os oferecem: sites, aplicativos, chats, tudo isso é utilizado para otimizar tempo e dinheiro de ambos os lados das transações.

O que antes levava horas de negociação e intermináveis esperas em filas de banco, pode-se resolver com um simples clique, e melhor, sem sair de casa!

Especialização

Geralmente, as fintech não pretendem abranger todo o mercado, mas é focada em nichos, ou seja, muitas delas são especializadas em resolver uma gama específica de anseios do cliente, ou seja, concentram seus esforços em setores específicos com vistas a garantir a melhor solução.

Qual o seu papel na inclusão social?

Hoje, em um cenário de pandemia, além das crises econômicas que permeiam nossa realidade, o número de desempregados e de trabalhadores informais se multiplicam a cada dia, principalmente no Brasil, que, no final de 2020 contava com aproximadamente 14 milhões de pessoas sem emprego, enquanto 38 milhões estavam na informalidade.

Esses dados alarmantes, arrasta o país para o aumento expressivo da desigualdade social. Nesse sentido, a burocracia, ligada a falta de renda, faz com que 3 a cada 10 brasileiros não possuam contas em bancos.

A situação dessas pessoas é de total exclusão, pois, elas ficam impossibilitadas de negociar crédito, num país que, segundo o Banco Central, possui um sistema bancário altamente concentrado.

Com o surgimento das fintechs, essa conjuntura começa a ser modificada. Cada serviço oferecido por esses empreendimentos tem o poder de facilitar a vida das pessoas em situação de exclusão e vulnerabilidade social.

As contas digitais, por exemplo, podem dar autonomia a muitas pessoas, que poderão ter a possibilidade de cuidar do seu dinheiro.

A seguir, veremos alguns pontos cruciais que fazem com que as fintechs exerçam um papel imprescindível na inclusão social, além de modificar o modo como as pessoas lidam com suas finanças.

Desburocratização

Diferente dos bancos antigos, as fintechs não costumam, para fins de abertura de conta, solicitar comprovação de renda ou residência. Esse é um grande diferencial, pois, como já vimos, o número de pessoas (apenas no Brasil) que se encontram socialmente vulneráveis é alarmante.

Muitas transações das fintechs poderão ser abreviadas pela desburocratização, o que promoverá a otimização do tempo e evitará todo o desgaste comum nesses processos. Afinal, você poderá abrir uma conta sem sequer sair de casa, bastando preencher os seus dados principais pela internet.

Facilidade de uso

Os aplicativos e todo aparato digital das fintechs vieram mesmo para facilitar a vida das pessoas e otimizar o tempo gasto com transações financeiras. Não precisa ser um expert em tecnologia da informação, qualquer pessoa com acesso à internet terá facilidade para acessar suas contas, pagar faturas, fazer transferências. Tudo isso pelo smartphone ou computador.

Isso porque a interface dos aplicativos e sites utilizados por essas empresas são simples e as informações contidas são autoexplicáveis. Tudo isso para diminuir os ruídos de comunicação que, se houver, você ainda terá como tirar dúvidas por meio das centrais de atendimento.

Barateamento dos custos

As fintechs, por não possuírem imensas estruturas físicas com filiais espalhadas pelo país, garantem que os serviços ofertados sejam mais baratos (ou até mesmo gratuitos), que as agências bancárias antigas.

Os custos com energia elétrica, limpeza, impressão de recibos, comprovantes, enfim, todos os gastos comuns aos bancos antigos são drasticamente reduzidos ou inexistentes às fintechs. Isso possibilitará que serviços como anuidade de cartão de crédito, por exemplo, deixem de ser cobradas.

Qual o diferencial do Social Bank?

O Social Bank (que participou da Semana do Mei em 2021) vem atuando no panorama financeiro trazendo todos os benefícios que uma fintech é capaz de oferecer, mas existem alguns pontos que o diferencia dos demais, não apenas no que diz respeito a serviços bancários. Confira alguns:

Somos B

O Social Bank conquistou recentemente, e com muito orgulho, o certificado do Sistema B. Fomos reconhecidos como uma empresa que busca constantemente fazer o melhor para as pessoas e para o mundo.

O Sistema B é um parceiro do B Lab, uma organização sem fins lucrativos nascida nos Estados Unidos que reúne empresas que são melhores para o mundo.

Para empresas

Vale Presente

O Social Bank oferece a você micro empreendedor e empresário, que quer manter a sua equipe de trabalho motivada, a opção da emissão de um Vale Presente como forma de bonificação dos colaboradores, essencial no processo de gestão de pessoas.

Todo valor dessa premiação pode ser controlado por meio do internet banking do banco, o Social Bank Corporate. Muito fácil, não é mesmo?

Para pessoas

Social Bank Kids

A Social Bank Kids é uma conta utilizada por crianças de 8 aos 12 anos de idade. Por meio deste serviço, o menor pode ter acesso ao seu saldo, realizar compras, mas existem controles nos serviços para restringir o seu uso e deixar a cargo dos pais algumas decisões. Controle de finanças aprendido desde criança!

Crowdfunding

A velha e conhecida vaquinha virtual é disponibilizada pelo Social bank por meio de uma conta em grupo onde todos os participantes podem acompanhar e transferir as movimentações. Ao priorizar essa transparência, muitas dores de cabeça podem ser evitadas!

Portanto, as fintechs vieram para ficar! O mundo cada vez mais tecnológico exige que novas formas de ofertar serviços sejam criadas, não apenas para atender as expectativas de mercado, mas também para causar transformações sociais estreitando a distância entre as classes e dando oportunidade às pessoas mais vulneráveis.

Gostou do artigo? Assista a palestra que a Larissa Salustiano, executiva de contas do Social Bank, deu na Semana do MEI Sebrae de 2021 e saiba mais sobre o papel das fintechs na inclusão social. Dê play no vídeo abaixo a partir de 2:27:34. 

Quer saber mais sobre os serviços ofertados pelas fintechs e seus incontáveis benefícios? Entre em contato conosco!

Facebook Comments Box
Fechar