Saiba qual é o papel do RH durante o home office na quarentena

Por Social Bank 25 abr 21

Com o desenrolar da pandemia no Brasil, muitas empresas ainda estão adotando o home office na quarentena. Isso significa que, em pouco tempo, colaboradores que estavam acostumados com a convivência presencial no escritório precisaram se adaptar às novas jornadas. Mesmo que a situação seja inevitável, ela tende a gerar estresse e pode impactar os resultados.

Contudo, a equipe não precisa passar por esses momentos, sozinha. É importante compreender o papel do RH nesse sentido, trazendo as melhores práticas à tona na hora de cuidar da saúde mental e da produtividade dos funcionários.

Se você deseja saber mais sobre o assunto, continue lendo este artigo!

Qual é o papel do RH na gestão dos colaboradores que estão trabalhando de casa?

Com tantas mudanças acontecendo em um curto espaço de tempo, não é inesperado que o tema da saúde mental tenha se tornado um dos principais assuntos da atualidade. Afinal, grandes — e repentinas — alterações na rotina, seja profissional, seja pessoal, podem gerar ansiedade e receio em relação ao futuro.

Especialmente no momento atual, cabe ao RH ouvir, compreender e acompanhar os colaboradores, prezando pela manutenção de um ambiente saudável de trabalho. Essa atitude é essencial mesmo à distância. Nesse momento, estar atento e monitorar o clima organizacional é uma excelente ideia. A seguir, outras sugestões serão apresentadas.

Quais ações que o RH pode fazer durante o home office na quarentena?

Conforme visto, o papel de qualquer time de Recursos Humanos está ligado à gestão de pessoas. No universo online, isso não é diferente. Contudo, os próprios profissionais de RH podem não estar preparados para as mudanças que tomaram forma — sendo interessante contar com algumas dicas que guiam suas atitudes em relação ao home office na quarentena.

Ao aplicá-las, os gestores garantem que todos os membros da equipe se sintam devidamente amparados. Além disso, contribuem com a manutenção de um bom ritmo de trabalho, aprimorando os resultados. Conte com a implementação de medidas simples ao conferir as sugestões a seguir!

Criar um plano estratégico

Cada time funciona de uma forma. Ao conhecer o funcionamento do seu, é possível estabelecer padrões e atitudes que otimizem a produtividade, como os coffee breaks virtuais e a delimitação de horários para a ginástica laboral. Todas essas atitudes, que eram comuns no escritório físico, podem ser mantidas durante o home office na quarentena. Dessa forma, os colegas de trabalho se sentirão familiarizados com suas rotinas e, consequentemente, mais calmos.

Além disso, converse com os responsáveis pela tomada de decisões. Ao conhecer algumas das metas e planos delimitados, você será capaz de trabalhar de maneira alinhada a eles, minimizando o estresse e dando impulso a equipe quando necessário.

Garantir a segurança dos funcionários

A intenção do home office na quarentena é, justamente, estimular a estadia dos colaboradores em suas casas. Segundo órgãos oficiais, essa ainda é a maneira mais segura de evitar a disseminação do vírus. Ao agregar a atitude ao oferecimento de um guia de cuidados, o gestor de RH atua na segurança dos colegas de trabalho. É interessante:

  • repassar, em reunião, as melhores práticas de saúde;
  • conversar sobre redução de danos;
  • facilitar a assinatura de documentos;
  • não exigir a presença, no escritório, de membros dos times — salvo exceções imprescindíveis.

Ao colocar a saúde dos colaboradores em primeiro lugar, os gestores certificam-se de levar amparo e consideração aos funcionários. Dessa forma, eles se sentem seguros e conseguem focar no estabelecimento de uma rotina saudável em casa.

Usar as ferramentas certas

Conforme vimos até o momento, as conversas entre o RH e os colegas de trabalho precisam ser facilitadas. Assim, eles conseguirão relatar os pormenores de sua rotina com simplicidade e rapidez. Na intenção de otimizar esse processo, a sugestão é investir nas ferramentas certas.

Os profissionais podem apostar tanto no uso da mesma ferramenta utilizada no dia a dia por todos do escritório quanto em uma própria para a função. Independentemente da escolha, é interessante certificar-se de optar por uma que desburocratize a comunicação.

Ferramentas que exigem passos demais em seu uso tendem a afastar aqueles que precisam de auxílio. Boas sugestões incluem:

  • Skype;
  • Google Hangouts;
  • Zoom Meetings;
  • Microsoft Teams;
  • Join.me; etc.

Ofertar um canal de comunicação sobre saúde

As incertezas trazidas pela pandemia afetam, diretamente, os funcionários. Uma das melhores formas de garantir a minimização desses efeitos é por meio de uma conversa clara e honesta. Utilizar um canal específico para manter os colaboradores cientes dos acontecimentos da organização, em especial nesse momento difícil, é uma excelente ideia.

Contudo, lembre-se de equilibrar a qualidade das informações com as respostas recebidas. Afinal, levar constantes notícias negativas aos colegas de trabalho pode afetar sua saúde mental. Aposte em equilibrar a democratização da informação com reportagens e vídeos mais leves e use, sempre, fontes confiáveis.

Além disso, certifique-se de deixar claro que os canais de comunicação estão abertos, de modo que os funcionários conversem com os gestores de RH. Dessa forma, eles terão um espaço para liberar o estresse do home office na quarentena e minimizar as pressões sofridas.

Coletar feedbacks

Incentivar uma comunicação aberta tende a levar alguns colaboradores até o gestor. Nessa hora, é importante analisar o assunto como mais do que um mero desabafo. Afinal, muitos podem levar informações preciosas até o RH — que são capazes de serem usadas na melhoria do trabalho remoto.

Ao considerar que a situação é uma novidade a todos, é interessante coletar constantes feedbacks e, gradualmente, descobrir o que funciona de maneira geral. Essa atitude contribui na construção de um ambiente saudável de trabalho. Posicionar o RH na forma de uma ponte entre a equipe e os responsáveis pela tomada de decisões é uma excelente ideia nesse sentido.

O home office na quarentena trouxe várias mudanças a todas as áreas. Enquanto algumas já estavam prontas para recebê-las, como alguns setores de Marketing e TI, outras ainda precisam adaptar suas estratégias. Com as dicas deste artigo, o papel adequado do RH fica claro e permite que boas práticas de gestão de pessoas sejam implementadas no negócio. Conte com elas!

Se você tem alguma sugestão capaz de enriquecer o assunto, dúvida ou ponderação, deixe seu comentário abaixo!

Fechar