Gestão de estoque: entenda o que é e sua importância

Por Social Bank 20 jul 21

Manter a gestão de estoque em dia pode ser um dos principais desafios das empresas e que pode ter consequências graves no seu cotidiano. A ruptura de estoque, mercadorias vencidas ou a falta de materiais essenciais podem causar prejuízos e, nos casos mais graves, interromper a operação.

Por esse motivo, é fundamental entender como esse processo funciona e implementar melhorias. Para ajudar com essa atividade, elaboramos esse conteúdo para explicar a sua importância.

Continue lendo para conhecer todos os detalhes!

Gestão de estoque: o que é e qual é a importância?

Em termos simples, o gerenciamento de estoque consiste na atividade que busca manter o controle de todos os insumos, peças e mercadorias que dão entrada nos registros da empresa.

Envolve a apuração dos níveis de inventário, da data de vencimentos dos itens armazenados e do planejamento do abastecimento conforme a necessidade. Por isso, faz sentido dizer que essa gestão é um dos elementos responsáveis pela lucratividade ou pelas perdas do estabelecimento.

Portanto, o gestor deve estar focado em garantir o equilíbrio das compras, armazenagem e vendas.

Como melhorar a gestão de estoque?

Decisões estratégicas fazem parte do dia a dia de empreendedores e o cuidado com o estoque é um dos pilares para o sucesso da empresa. Para ajudar nessa tarefa, reunimos algumas dicas que ajudam a otimizar esse processo.

Organize o espaço físico

Independentemente do tamanho do seu armazém, a organização do estoque deve estar entre as suas prioridades. Esse é um local que deve ser mantido limpo, arejado e seguro.

Lembre-se de que cada mercadoria requer cuidados diferentes, como refrigeração ou proteção contra possíveis contaminações. Portanto, além de melhorar a utilização do espaço, é importante acondicionar os produtos de forma adequada.

Acompanhe as entradas e saídas do estoque

Um dos principais obstáculos do setor de alimentação é garantir que os itens armazenados sejam consumidos até a data do vencimento. Estamos falando do método FEFO (First Expire, First Out) no qual determina que os itens que vencem antes devem ser utilizados na fabricação ou comercializados primeiro.

Isso faz com que alimentos e bebidas sejam consumidos de forma segura e evita prejuízos decorrentes do seu descarte após a expiração.

Faça um inventário periodicamente

Mesmo que a sua empresa seja de pequeno ou médio porte é importante entender que organizar a movimentação do estoque é essencial para a sua saúde financeira. Por exemplo, imobilizar recursos financeiros em produtos que tem pouca saída representa um desperdício, pois o valor poderia ser investido em outras áreas.

A realização do inventário consiste na contagem de todos os itens em estoque e a comparação com os registros que estão no sistema. Além da quantidade, é necessário também apurar o valor para verificar os custos operacionais.

Por fim, devemos destacar que a diferencial para o sucesso da gestão de estoque é a iniciativa do empreendedor. Portanto, busque informação sobre o assunto e implemente mudanças que aumentam a eficiência.

Pronto! Agora você já ampliou os seus conhecimentos sobre o estoque nas empresas. Que tal ajudar mais leitores a acessarem esse conteúdo? Basta compartilhar esse post nas redes sociais e você fará a sua parte!

Facebook Comments Box
Fechar