Conheça 4 estratégias de cobrança

Por Social Bank 23 jul 21

Ter uma boa estratégia de cobrança deve ser uma das prioridades para uma gestão financeira eficiente, independentemente se a empresa está passando por um bom momento ou por dificuldades. Ter o controle dos recebíveis é de suma importância para a manutenção positiva do fluxo de caixa e para a produção de dados para a tomada de decisão.

Uma boa estratégia de cobrança deve ter processos simples e objetivos, com base em cordialidade, antecipação, negociação e utilização da tecnologia como apoio. Neste post, apresentamos 4 estratégias de cobrança para que você otimize a gestão financeira da sua empresa. Confira!

1. Mude a abordagem

Por mais que seja frustrante ter algum valor a receber e esperar por mais tempo do que o desejável, é importante sempre manter a boa postura durante a cobrança. Uma abordagem cordial traz três benefícios diretos: 

  • primeiro — você elimina a possibilidade do cliente ficar na defensiva, desligar o telefone e evitar futuros contatos;
  • segundo — os bons clientes, que desejam pagar, mas estão passando por dificuldades, não fecharão as portas para a sua empresa e poderão voltar a ser clientes recorrentes;
  • terceiro — o foco da cobrança deve ser o recebimento, ou seja, é importante que se atinja um ponto comum, que seja vantajoso para as partes, e isso só é possível com boa argumentação.

2. Negocie as opções de pagamento

Seu objetivo é receber, certo? Nesse sentido, você deve oferecer todas as facilidades possíveis para que os devedores coloquem os seus pagamentos em dia. Ofereça todas as opções de pagamentos possíveis e com condições especiais — como descontos por antecipação, eliminação de juros, multas etc.

O foco deve estar sempre em receber, não em confrontar ou em “estar certo”, por mais que você esteja. Muitas vezes é melhor receber uma parte importante da dívida do que não receber nada. Na primeira opção, ainda há a possibilidade de o cliente voltar a consumir em sua empresa e de gerar receita para o negócio.

3. Crie uma régua de cobrança

Muitos gestores focam exclusivamente na cobrança depois de um tempo de inadimplência do cliente, mas, em muitos dos casos, a inadimplência poderia ter sido evitada com uma boa estratégia de pré-cobrança. 

A régua de cobrança é uma dessas estratégias, que tem como foco principal a notificação, antes mesmo do cliente ter um débito com a empresa. Essa estratégia consiste no envio de lembretes que avisam que a fatura está próxima de vencer, sugerindo que o cliente revise os dados do cartão ou enviando o boleto. 

Com essa régua, você elimina a possibilidade de inadimplência por esquecimento e aumenta as chances de antecipação de pagamentos. Para que isso tudo funcione, as notificações precisam ser feitas com uma periodicidade correta, lembrando do pagamento que está por vir, sem saturar o cliente com notificações excessivas.

4. Utilize a tecnologia a seu favor

Não dá para estruturar uma boa estratégia de cobrança sem utilizar a tecnologia como aliada. Usar métodos analógicos ou mesmo os digitais, que não permitem a automação de processos, pode contribuir para imprecisões e perdas de dados referente aos débitos.

Ao contar com um sistema de gestão, que centraliza os dados dos clientes e automatiza os processos, com envios de notificações e lembretes, o gestor reduz consideravelmente a margem de erro, aumentando as chances de receber o que é devido.

Como vimos, as boas estratégias de cobrança começam sempre pela boa postura da empresa, que deve ser cordial, objetiva e ter como foco o recebimento de valores, não o confronto. Além disso, a flexibilização e a antecipação também são boas ferramentas para otimizar esse processo.

Gostou do post? Como é feita a estratégia de cobranças em sua empresa? Conte nos comentários!

Facebook Comments Box
Fechar