Conheça 3 dicas de como fazer o controle de custos de sua empresa

Por Social Bank 19 maio 21

Você sabe por que o controle de custos de sua empresa acaba ficando de lado? Esse é um problema comum de vários empresários e é possível imaginar qual é a resposta.

Talvez, o motivo seja pela gestão tempo ou, até mesmo, pela rotina que exige agilidade, praticidade e constância de processos internos. O fato é que, mesmo com essa consciência, nenhuma empresa vai para frente sem saber para onde estão indo os recursos dos seus lucros.

No artigo de hoje vamos apresentar algumas dicas para você gerir o fator monetário com mais dedicação e garantir o crescimento sustentável do seu negócio. Vamos lá?

O que é controle de custo?

De maneira direta, controle de custos é administrar todos os custos fixos e variáveis do seu negócio. O objetivo é diminuir ao máximo as suas despesas e aumentar seus lucros, sempre com os menores gastos. Um caminho para abrir sua visão com clareza para gastos, despesas e investimentos futuros.

Você já parou para pensar na potência dessa gestão? Ela pode ser feita de várias maneiras e com diferentes ferramentas e metodologias, mas o foco sempre será aperfeiçoar a engrenagem da sua empresa para uma rotatividade focada em crescimento.

Como fazer controle de custos?

A base para um controle de custo eficiente é, primeiramente, a organização. Sem ela, você vai continuar “girando”, preso a conceitos e técnicas que aprende em livros e blogs sem conseguir executá-las. A ordem financeira é o caminho para enxergar todos os valores que entram e que saem do seu fluxo de caixa. Comece por aí! Além disso, siga as dicas a seguir.

1. Administre seu estoque

Entenda: estoque exagerado atrapalha o fluxo de caixa e estoque vazio interrompe a linha de produção, além de gerar atrasos nas entregas. Portanto, fique atento à logística do seu estoque. Procure manter uma rotina de supervisão de insumos, como quantidade, datas de validade, datas dos pedidos, datas das entregas e, sobretudo, o contato e atenção à relação com seus fornecedores.

2. Monitore os gastos

Seja na ponta do lápis ou nas planilhas, apenas atente-se aos seus gastos. Estes são os melhores indicadores para você saber o que pesa mais no orçamento mensal e o que pesa menos e pode ser cortado. Detalhe: cortado com cautela, para não gerar prejuízos futuros.

Nesse ponto, você pode optar por terceirizar alguns serviços, como os de limpeza e suporte de TI, além de reduzir supérfluos, por exemplo, o uso de papel para impressão ou xerox.

3. Gerencie os fornecedores

Crie um relacionamento com seus fornecedores. Não é sobre matéria-prima, preço e ponto final. É fundamental estabelecer uma relação de parceria com o seu fornecedor, pois isso amplia e diversifica a gama de produtos e serviços oferecidos, além de favorecer o processo de negociação.

Pensar em fornecedores como parceiros diminui gargalos, como atrasos, baixa qualidade e retrocessos no quesito inovação.

Por que fazer controle de custos?

Controlar custos é sinônimo de crescimento saudável do seu negócio. Existem diferentes formas e caminhos para fazê-lo. Isso depende do seu perfil empreendedor, do seu time e das ferramentas que facilitam e otimizam todo o processo.

Nós, do Social Bank, oferecemos soluções financeiras inteligentes para empresas pequenas e médias. Um ecossistema financeiro completo com produtos para automatizar sua gestão de custos com eficiência, agilidade e segurança.

Gostou do nosso post sobre controle de custos? Então, não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais!

Facebook Comments Box
Fechar