7 dicas para eliminar acidentes de trabalho em usinas

Por Social Bank 14 jul 21

Para evitar acidentes de trabalho em usinas é preciso investir em um ponto muito importante: a prevenção. Além de oferecer uma rotina de trabalho saudável e equipamentos de qualidade, também é necessário dar atenção a outros pontos.  

De acordo com a Lei nº 8213/91, o acidente de trabalho é uma ocorrência imprevista relacionada ao exercício do trabalho, que pode provocar lesão pessoal, provocando lesão corporal ou alguma perturbação funcional que resulte na perda ou na redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho ou na morte. 

Se interessou pelo assunto? Continue lendo este post e siga nossas dicas para eliminar acidentes de trabalho em usinas. 

1. Faça um diagnóstico de riscos 

É necessário analisar diversos pontos e adotar medidas necessárias para eliminar acidentes de trabalho. A primeira delas é fazer um diagnóstico de riscos, que se divide em três partes: análise ergonômica do trabalho (AET), laudo ergonômico e análise preliminar de risco (APR). 

A AET tem o objetivo de melhorar as condições do ambiente de trabalho e envolve pontos como condições ambientais, organização do trabalho, equipamentos e carga de materiais.  

O laudo ergonômico monitora e avalia situações que podem comprometer a qualidade de vida dos colaboradores.  

A APR é uma técnica que envolve a prevenção de acidentes por meio da antecipação de riscos.  

Todas essas etapas funcionam como uma avaliação, que resulta na criação de condições adequadas para evitar acidentes.  

2. Dê atenção a ergonomia 

De acordo com o Ministério do Trabalho é extremamente necessário cuidar da ergonomia do colaborador. O órgão monitora tudo pelo Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria de Construção Civil (PCMAT) e do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO). 

Um ambiente ergonômico é basicamente um local seguro para se trabalhar, além de confortável.  

As principais medidas a serem tomadas em uma usina para seguir as normas é fornecer equipamentos de proteção individual (EPI) e incentivar pausas para os colaboradores descansarem e se alongarem, por exemplo.  

3. Conscientize os colaboradores 

Crie um programa de conscientização e educação e deixe os seus colaboradores por dentro de tudo. Ofereça palestras sobre o tema, crie alertas de segurança e sinalize o local de trabalho com cartazes ilustrativos caso seja necessário.  

É necessário que todos saibam que existem riscos de acidentes, mas que todos podem ser evitados. 

Envolver os colaboradores também faz com que a equipe se sinta motivada e tenha mais liberdade para sugerir alguma atividade.  

4. Promova ações de qualidade de vida e saúde 

Ações que envolvem qualidade de vida vão além da prevenção de acidentes e podem ajudar muito o colaborador a ter hábitos mais saudáveis no dia a dia, evitar doenças ocupacionais e reduzir o estresse.  

Palestras de educação em saúde, ginástica laboral, ações sobre reeducação alimentar e fisioterapia preventiva são algumas atividades que podem ser oferecidas para sua equipe.  

5. Invista na prevenção 

O ditado “é melhor prevenir do que remediar” pode parecer clichê, mas faz bastante sentido quando se trata de acidentes de trabalho, não é mesmo? Seguir as regras é sempre uma vantagem para qualquer negócio. 

Além de seguir todas as dicas anteriores, fique atento aos detalhes. Fique de olho se a sua equipe está utilizando os EPIs, evite que os colaboradores carreguem muito peso e que fiquem expostos à altas temperaturas, por exemplo.  

Com a atenção redobrada, a incidência de acidentes irá reduzir ou até mesmo ser nula na sua empresa.  

6. CIPA 

CIPA é a sigla para Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Trata-se de uma comissão, prevista em lei, que tem como objetivo a prevenção de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais. 

A CIPA deve ser formada por trabalhadores e por representantes do empregador, todos eleitos em comissão, de maneira voluntária, para prevenção e manutenção da segurança do trabalho. 

Muito além da obrigatoriedade, estabelecer uma cultura organizacional de prevenção a acidentes e doenças é importante para promover uma maior integração entre os colaboradores por meio da conscientização da CIPA. 

Para a sociedade, demonstra que a sua empresa se preocupa com a saúde dos colaboradores, além de agregar credibilidade à qualidade dos produtos e serviços oferecidos. 

O resultado disso é uma boa reputação para o seu negócio, capaz de aumentar sua prospecção de clientes e fornecedores. Leia mais sobre o tema no nosso blog

7. Ofereça reconhecimento pela segurança da equipe 

Invista em ações que promovam o engajamento dos usineiros na prevenção de acidentes. Crie metas e estabeleça objetivos entre a sua equipe e, como prêmio, presentear com o Vale Presente para Empresas.   

O Vale Presente é uma das soluções inteligentes do Social Bank Corporate. Por meio do internet banking, a empresa consegue solicitar os cartões presentes na forma física ou digital.  

Os cartões presentes ainda podem ser personalizados com a cara do seu negócio e são aceitos em milhares de estabelecimentos credenciados a bandeira MasterCard.   

A gente tem certeza de que os talentos da sua empresa vão adorar esta ideia e se sentir valorizados. 

Não tem muito segredo, a saúde do seu colaborador deve vir sempre em primeiro lugar. Gostou do nosso artigo? Confira outros materiais que poderão te ajudar com contratação e pagamentos na sua usina.  

Facebook Comments Box
Fechar