3 estratégias para retenção de funcionários na pandemia

Por Social Bank 30 abr 21

Perder funcionários de talento durante épocas de crise, como uma pandemia, representa um péssimo negócio para empresas de qualquer porte e setor. Afinal, é necessário mais do que nunca fidelizar os atuais clientes e ampliar as frentes de trabalho, explorando novas oportunidades. Os colaboradores habilidosos e experientes são fundamentais nesse processo desafiador. Por isso, é importante reduzir ao máximo a rotatividade na empresa.

Quando não consegue reter seus talentos, a empresa corre alguns riscos, como o atraso de projetos e ruídos na comunicação com clientes. Um clima de mal estar e desconfiança também pode ser gerado nas equipes a partir da saída de colaboradores, sobretudo aqueles que serviam de exemplo.

Saiba que, com as estratégias certas, é possível realizar uma satisfatória retenção de funcionários durante crises, como uma pandemia. Confira neste artigo o que fazer!

1. Identifique os funcionários que ficarão com você

O primeiro passo para ser bem-sucedido na retenção de funcionários em momentos de crise é fazer uma análise acurada do seu quadro de colaboradores. Estude o perfil de cada um, as habilidades e também o nível de engajamento de cada um. Ouça os chefes dos vários departamentos e os responsáveis pela gestão de pessoas.

Realize entrevistas individuais para se certificar de quais são as pessoas que realmente estão dispostas a continuar na empresa, mesmo durante crises. Você deve saber com quem pode contar e quem está pronto para se engajar em uma eventual mudança de cultura organizacional. Em caso de uma migração para o digital, por exemplo, esse engajamento é fundamental.

2. Ouça o que os colaboradores têm a dizer

Oferecer feedback em momentos de crise é essencial para manter o time coeso. Por isso, procure ouvir o que os seus funcionários têm a dizer e dê a eles retorno sobre os seus questionamentos. Procure ser transparente para que as equipes aumentem o grau de confiança nos gestores. Dessa forma, resultados melhores serão alcançados, mesmo em ambientes remotos.

3. Permita o trabalho remoto com as ferramentas certas

Devido à pandemia, milhares de empresas em todo o mundo adotaram com sucesso a modalidade home office ou formas remotas de trabalho. As próprias organizações se surpreenderam com os resultados positivos, que incluem a retenção de funcionários talentosos e até o aumento da lucratividade.

Existem diversas formas de manter um alto nível de engajamento quando os colaboradores estão em trabalho remoto. Ferramentas digitais, gratuitas ou pagas, para isso não faltam. Use aplicativos de reunião virtual e, durante a reunião, ouça bem todos os membros das equipes. Plataformas com compartilhamento de tela e, até mesmo, relógios de ponto virtuais podem ser úteis para a gestão de RH. Algumas empresas criaram, inclusive, redes sociais internas para manter os grupos coesos.

Agora você sabe quais estratégias usar para que sua empresa consiga fazer uma retenção de funcionários durante crises, como uma pandemia. Manter talentos engajados, mesmo que durante o trabalho na modalidade remota, é fundamental para sobreviver a momentos de dificuldade. Seus projetos não vão atrasar e os colaboradores vão manter o grau de confiança adequado para a boa gestão do negócio.

Gostaria de conhecer outras estratégias para reter talentos durante crises? Então entre em contato com a gente agora mesmo e tire suas dúvidas!

Facebook Comments Box
Fechar