Mesmo que o gestor tenha um bom controle das contas de seu negócio, chega uma hora em que é necessário pegar um empréstimo para empresa. Esse crédito pode ter diversas finalidades, como quitação de dívidas, expansão do negócio, melhorias na infraestrutura da empresa e até aperfeiçoamento dos funcionários.

Mas independentemente da finalidade do empréstimo, o gestor da empresa deve buscar adquirir crédito de forma consciente. Isso porque, além de correr o risco de cair em um golpe, caso não escolha uma financeira confiável, ele ainda pode pagar juros muito altos, o que pode trazer prejuízos para o seu negócio.

A seguir, vamos citar o que você deve avaliar no momento de pedir empréstimo para sua empresa. Confira!

Entenda a situação atual do fluxo de caixa

Esse é o primeiro ponto que deve ser avaliado antes de pedir um empréstimo para empresa. Você deve entender a situação real do caixa da empresa, ou seja, como estão as receitas e despesas do negócio.

Dependendo de como está a lucratividade do negócio, o empréstimo talvez nem seja necessário. Isso porque com um pouco de paciência e organização você pode ter a quantia suficiente para realizar seu objetivo em poucos meses.

Mesmo que o empréstimo seja necessário, ao avaliar a situação do caixa da empresa, você pode chegar à conclusão de que um valor menor do que o que havia cogitado já é o suficiente. Ademais, essa análise é importante para que você tenha certeza de que pode assumir o compromisso de pagar o valor das parcelas mensalmente.

Avalie todas as opções

Se o empréstimo for mesmo necessário, é importante avaliar diversas opções. Há muitos bancos e financeiras que oferecem crédito para empresas, e cada instituição tem taxas de valores e condições de pagamento diferenciadas, além de exigências para a concessão do empréstimo.

Então, não caia na tentação de assinar um contrato logo com a primeira empresa que fizer a cotação do empréstimo. Analise todas as opções possíveis para saber qual delas é a mais adequada para a realidade de seu negócio.

Compreenda o valor dos juros

A taxa de juros é o principal fator que deve ser levado em consideração na hora de solicitar um empréstimo para empresa. É importante compreender como funciona a cobrança, pois você deve saber exatamente o que está pagando e quanto será a despesa somente relacionada aos juros.

Se você negligenciar essa parte, corre o risco de pagar juros abusivos, o que faz com que o empréstimo não valha a pena. Empresas que concedem crédito com garantia de carro ou imóvel trabalham com taxas de juros mais baixas e, por isso, são melhores opções.

Avalie de que forma o crédito beneficiará a empresa

Uma boa forma de pedir crédito de forma consciente é avaliar de que forma ele será utilizado no negócio. Então, antes de assinar o contrato com a financeira e até mesmo fazer simulações, você deve fazer um planejamento de como e onde o dinheiro será utilizado.

O capital deve ser investido de forma estratégica, com um objetivo específico, que pode ser a compra de produtos para repor o estoque, a abertura de uma nova loja, investimento em infraestrutura, fazer uma reforma, enfim… há diversas possibilidades.

Apenas com a definição do objetivo do capital é possível ter certeza de quanto será necessário para realizar os benefícios no negócio.

Crie um planejamento do que fazer com o valor

Depois de analisar de que forma o empréstimo vai ser utilizado, é hora de fazer um planejamento de como usar o dinheiro. Se o objetivo é usar o capital para abrir uma nova unidade, você deve estabelecer de qual forma ele será aplicado — na reforma da nova loja, para a compra de equipamentos ou somente será o capital de giro na nova unidade.

Deixe todos os gastos documentados para saber exatamente onde está gastando o dinheiro e o quanto ainda tem disponível de crédito.

O mais importante é não perder o foco e não cair na tentação de usar o dinheiro para outra finalidade. Caso você cometa esse erro, o capital não será o suficiente para realizar o objetivo e pode ser necessário outro empréstimo.

Leia o contrato antes de assinar

Apesar de recorrer a um empréstimo para empresa ser uma decisão muito séria, muitos caem no erro de não ler atentamente o contrato, pois estão ansiosos para pegar logo o crédito. No entanto, esse é um risco muito grande, principalmente quando o valor do capital é alto.

É importante ler e reler o documento antes de assinar para entender melhor as cláusulas, condições de pagamento, taxas de juros e número de parcelas. É ideal observar se as condições previstas em contrato são as mesmas expostas durante a conversa com o funcionário da empresa.

Para sanar todas as suas dúvidas em relação às cláusulas contratuais, você deve pedir ao setor jurídico de sua empresa para ler o documento. Dessa forma, você pode fechar negócio com mais tranquilidade e segurança.

Verifique os dados da empresa credora

Hoje em dia é muito fácil conseguir um empréstimo, inclusive de forma online. Há diversas plataformas que permitem o envio da documentação pela internet e já aprovam o crédito, mesmo sem um contato pessoal com o solicitante.

Com tanta facilidade, é preciso tomar cuidado para não cair nas “garras” de empresas que agem de má-fé. Verificar a procedência do credor é fundamental para conseguir crédito seguro e com boas taxas de juros.

Uma boa forma de verificar a reputação da empresa é buscar informações sobre o negócio e opiniões de outras pessoas que recorreram a um empréstimo na instituição.

O Social Bank é uma instituição inovadora e segura e, por isso, você pode solicitar um empréstimo para empresa sem medo de cair em golpes ou pagar taxas de juros absurdas. Temos um pacote de produtos úteis, que vai ajudar no crescimento do seu negócio.

Gostou do post e quer saber mais sobre nossos serviços e como recorrer a um empréstimo no Social Bank? Em nosso site você encontra informações completas sobre nossa empresa e como podemos ajudar seu negócio!