Com cada vez mais empresas disputando a atenção das pessoas, é preciso buscar diferenciais e aumentar o valor agregado da atuação comercial e operacional. Entre os pontos de destaque nesse sentido, a gestão de pessoas é um dos segredos para o sucesso.

Feita de maneira estratégica e inovadora, permite alcançar resultados que são bons para o time, para o negócio e para os clientes. Principalmente, é uma forma de valorizar o verdadeiro diferencial de qualquer empreendimento: o capital humano.

Para você não ter mais dúvidas sobre como atingir o melhor desempenho, separamos algumas dicas para uma gestão de pessoas estratégica. Venha conferir!

Qual a diferença entre gestão de pessoas e Recursos Humanos?

Como profissional da área, é provável que já saiba o conceito de gestão de pessoas e de Recursos Humanos, certo? Mas, para contextualizar melhor o nosso artigo e começarmos nosso post relembrando alguns pontos, vamos falar de maneira breve o que cada elemento representa.

A existência do próprio setor de Recursos Humanos é uma evolução. Antes, o Departamento Pessoal focava em atividades burocráticas e operacionais sobre os colaboradores. O RH surgiu para trazer uma pegada estratégica e voltada para o gerenciamento dos profissionais, desde a contratação até a jornada na empresa.

Por outro lado, a gestão de pessoas tem a ver com o desempenho e com o relacionamento que existe entre a gestão e os talentos. Ela não é feita apenas pelo RH, já que líderes de qualquer segmento também podem atuar nesse sentido. O objetivo é desenvolver e fortalecer a atividade das pessoas consistentemente com a marca.

Apesar de serem diferentes, são áreas que trabalham juntas. Quando unimos esses dois conceitos, é como se misturássemos os ingredientes para uma receita de sucesso. No final, são os colaboradores que saem ganhando, pois o relacionamento com a empresa é favorecido.

Por que a inovação torna a gestão de pessoas estratégica?

Deu para perceber que a gestão de pessoas é muito importante, não é mesmo? Porém, em um cenário competitivo e dinâmico, não vale apenas fazer o básico. É preciso sair do lugar-comum para criar um gerenciamento estratégico e efetivo.

Com a inovação, é mais fácil driblar os desafios e, é claro, obter resultados diferenciados. O negócio e as pessoas saem ganhando, graças aos benefícios que vamos apresentar a seguir. Confira!

Alinhamento estratégico da empresa

Imagine estar em um barco a remo com mais pessoas. Enquanto umas mexem os remos em uma direção, outro grupo segue para o lado oposto. Como consequência, é provável que a embarcação nem saia do lugar, certo? Pois isso também é verdade para uma empresa desalinhada. Os esforços se dispersam e, no final, é impossível alcançar os objetivos.

Com uma gestão de pessoas inovadora, por outro lado, é possível alinhar o negócio de maneira estratégica. Os colaboradores vão considerar as metas do estabelecimento, enquanto o empreendimento pensa nas necessidades dos talentos.

Tudo isso aumenta o nível de sinergia, ou seja, de direcionamento das ações e dos esforços. Com tanta sincronia, a empresa passa a operar de forma otimizada.

Melhores práticas para gestão de pessoas

Para inovar nesse gerenciamento, é preciso mais que apenas ter novas ideias. É fundamental reconhecer a situação atual, levantar as necessidades e adaptar as novidades. Sabe o que significa? Que a gestão de pessoas passa a adotar as melhores práticas consolidadas.

Toda escolha é feita com bastante consideração sobre os resultados e com uma visão clara do que se deseja alcançar. Principalmente, é uma maneira de definir o que funciona para os objetivos do negócio, o que maximiza a utilização de recursos.

Ao usar boas práticas para recrutar, selecionar e reter talentos, por exemplo, há uma queda no índice de rotatividade. Com isso, a empresa perde menos clientes para a concorrência e se mantém em destaque.

Redução de custos no negócio

Acredite: investir para inovar na gestão de pessoas leva a uma redução sobre os gastos — inclusive, no RH. Vamos pensar na diminuição da rotatividade de talentos. Já que as pessoas passam a ter um relacionamento mais prolongado com a empresa, não será preciso fazer processos seletivos constantes ou pagar frequentemente os custos de admissão. Também não haverá tantas cobranças em relação à demissão, o que garante uma economia nos custos.

A inovação ainda evita que esses talentos, já treinados e preparados, sigam para a concorrência. Com isso, é possível evitar a perda de competitividade e, assim, melhorar os gastos.

Não menos importante, uma gestão de pessoas inovadora chega até aos clientes finais. Sim, é isso mesmo! O motivo é simples: com um time engajado e motivado, o atendimento é muito melhor. Assim, as pessoas ficam satisfeitas, o empreendimento recebe indicações e gasta menos para fechar novos contratos.

Aumento da produtividade

Colaborador satisfeito é sinônimo de eficiência e resultados. É por isso que inovar na gestão de pessoas torna possível ampliar o nível de produtividade da empresa. Em primeiro lugar, é algo que acontece pelo engajamento e pela satisfação envolvidos no relacionamento com o negócio.

Além de tudo, é algo que tem a ver com a retenção de talentos. Se as pessoas ficam mais tempo no negócio, conhecem melhor os processos e produtos. Com isso, há menos erros e maior eficiência. Para completar, times que trabalham juntos há um longo período costumam se entender bem e produzem mais.

Como inovar nos processos da gestão de pessoas?

Para fazer um gerenciamento de talentos de maneira inovadora, é essencial pensar nos diferentes pontos dessa estratégia. Cuidar de cada etapa permite criar uma experiência melhor para os funcionários e aumentar os resultados da empresa. Por isso, veja como é possível inovar nas fases principais!

Recrutamento e seleção

Encontrar a pessoa certa para cada vaga é determinante para a retenção de talentos. Por isso, inovar nas etapas de recrutamento e seleção ajuda a otimizar os esforços e o direcionamento de recursos. Além do mais, é uma maneira de criar uma experiência melhor para os candidatos e até de diminuir os custos envolvidos.

O uso das redes sociais para recrutamento, como o LinkedIn, está em alta e favorece o encontro dos colaboradores certos. Também é o caso de usar plataformas específicas, conhecidas como Applicant Tracking System (ATS). Com isso, há processos ainda mais personalizados e efetivos.

Ainda podemos citar o uso do vídeo, adoção de realidade virtual e até decisões baseadas em dados. Assim, sua contratação vai se tornar ainda melhor!

Comunicação interna

A comunicação interna é indispensável para ter um time unido, de confiança e com resultados otimizados. Na comunicação interna, vale a pena inovar com recursos inéditos, como a adoção de aplicativos designados para facilitar a comunicação. Com o uso dos recursos certos, ninguém fica de fora da conversa.

O uso da nuvem ou cloud computing também merece destaque. As ferramentas favorecem a colaboração em tempo real e melhoram a integração até de equipes e profissionais em locais diferentes.

Os canais de comunicação interna, inclusive, podem ser usados para apresentar novidades, desafios e reconhecimento aos talentos.

Treinamentos

Capacitar seus colaboradores é outra parte importante para mandar bem na gestão de pessoas. Por isso, não podemos deixar os treinamentos de fora dessa possibilidade. O microlearning e a educação a distância (EAD) estão em alta. Com o uso da internet e de plataformas de aprendizado, é mais fácil capacitar os times.

Outra alternativa tem a ver com gamificação. Ao usar ferramentas que transformam o treinamento em um “jogo”, com níveis e pontuações, o engajamento costuma se tornar ainda maior.

Retenção de talentos

Com o aumento da competitividade no mercado, a retenção de talentos se torna cada vez mais importante. É por isso que as empresas têm buscado novas maneiras de chegar a esse resultado, como pela criação de programas mais robustos de benefícios. Inclusive, há negócios que oferecem uma carteira flexível, em que cada funcionário pode escolher as vantagens que deseja.

Outras propostas de inovação envolvem a oferta de flexibilidade. Permitir o trabalho em horários variados e até estimular o home office são práticas inovadoras e que destacam sua empresa.

Práticas de equilíbrio entre vida pessoal e profissional também são bem-vindas e auxiliam a garantir satisfação, participação e continuidade dos colaboradores.

Quais empresas inovam na gestão de pessoas?

Para se ter uma gestão de pessoas inovadora, vale se inspirar em organizações que já são bem-sucedidas na tarefa. Há grandes empreendimentos no Brasil e no mundo que executam excelentes práticas e que, por isso, passam a ser referências sobre o tema.

É claro que é preciso adaptar cada possibilidade ao contexto da sua empresa. No entanto, algumas ideias servem de inspiração para melhorar os resultados. Veja quais as marcas que se destacam!

Google

O Google é um gigante da internet e, também, no gerenciamento de seus talentos. Tudo começa na seleção, em que o empreendimento busca os talentos alinhados à sua cultura. Procurar os melhores torna as contratações mais efetivas e com desempenho reforçado.

Ademais, a empresa se preocupa em criar um ambiente meritocrático para o crescimento e desenvolve o potencial completo de cada profissional. Os treinamentos tradicionais são complementados por sessões de “coaching profissional” e com abordagem personalizada, como é o caso do Project Oxygen.

Nos últimos anos, a empresa também tem caprichado no uso de People Analytics. Com a adoção da tecnologia (é claro!), o Google usa dados quantitativos e qualitativos oriundos de suas pesquisas do ano todo para melhorar o desempenho. Ao somar isso à autonomia, flexibilidade e comunicação, os resultados se destacam.

FedEx

O clima organizacional é uma das preocupações da FedEx. A empresa voltada para entregas de encomendas desenvolveu um ambiente justo, meritocrático e que celebra a diversidade. Longe de qualquer discriminação, o espaço interno garante que as pessoas possam crescer ao longo do tempo.

Inclusive, a empresa prega o networking estratégico. As conexões feitas internamente são valorizadas e ajudam no crescimento da carreira. Quando há novas vagas, os talentos internos recebem prioridade e podem, inclusive, ocupar posições em novas áreas.

Nos treinamentos, a inovação aparece com a adoção da realidade virtual (VR). Com simuladores, os profissionais conseguem desenvolver competências de maneira muito mais efetiva.

Prudential

A Prudential Financial é um grande grupo financeiro que disponibiliza seguros, gestão de investimentos e outros recursos semelhantes. Apesar de estar em um setor bastante tradicional, a empresa busca a inovação na gestão de pessoas.

Seu código de conduta, por exemplo, prevê a criação de um ambiente com relacionamentos positivos e tratamento adequado a todos os colaboradores, em diferentes situações. Inclusive, a ideia é ter relações diretas, abertas e baseadas na honestidade.

Um dos grandes diferenciais é a oferta de benefícios, especialmente os com proposta financeira. A empresa disponibiliza, por exemplo, programas acessíveis de seguro de vida e de aposentadoria privada. Com o apoio necessário, os colaboradores têm um reforço importante na vida financeira.

Ford

Uma das mais antigas empresas do mundo e que criou um modelo de produção, a Ford permanece à frente do seu tempo. Para criar a experiência certa para todos os funcionários, o reforço da cultura organizacional está no topo das prioridades.

A empresa se preocupa, por exemplo, em colocar as pessoas em primeiro lugar e estimula a criatividade. Também se baseia na confiança, na curiosidade e na criação de valor por meio de ações individuais e coletivas. Os desafios são superados com consistência e com parcerias valiosas entre as pessoas.

Além disso, por meio da Ford Foundation, a gestão de pessoas tem buscado maneiras de ser inclusiva, participativa e aberta às novidades. Para completar, desenvolve ações para que os colaboradores possam sentir que têm maior responsabilidade e impacto nos resultados do mundo, o que aumenta o senso de pertencimento.

Amazon

Considerada uma das maiores empresas do mundo, a Amazon tem visto seu número de funcionários crescer exponencialmente. Isso abriu espaço para inovações importantes no ramo de gestão de pessoas — inclusive, com práticas premiadas.

Em 2018, venceu o 2018 Human Resource Management (HRM) Impact Award por seu processo seletivo. A varejista desenvolveu testes online para prever as chances de sucesso de um candidato. Com ajuda de psicólogos e profissionais de RH, as pesquisas permitem identificar as características dos talentos, criam uma boa experiência para quem usa e oferecem potencial de escala.

Inclusive, os próprios funcionários fazem entrevistas com outros profissionais. Assim, as opiniões de quem já trabalha na empresa são consideradas para uma decisão de contratação.

A diversidade também está presente e com um motivo específico: a necessidade de representar o vasto público da varejista.

A gestão de pessoas é essencial para a continuidade do negócio. Com práticas estratégicas e inovadoras, sua empresa terá a oportunidade de engajar os talentos de forma diferenciada e que sai à frente dos concorrentes.

Para ter muitas outras dicas para o seu negócio, acompanhe nossas postagens troque uma ideia conosco no Facebook, Instagram e Twitter. Esperamos você!