Muitas vezes, quando um empresário está à procura de ações que possam manter sua empresa à frente da concorrência, atraindo e fidelizando mais clientes, acaba se esquecendo de que o foco deveria estar em uma gestão de negócio inovadora.

Você já deve ter percebido que a palavra inovação tem sido cada vez mais usada ultimamente. Não é para menos: ela pode ser a chave para que o sucesso do seu empreendimento seja constante.

Mas o que, exatamente, isso significa? Como ser inovador na forma de administrar negócios, em especial quando estamos falando de um segmento tão tradicional, como o ramo de alimentos?

Para começar, é preciso atenção: entender o comportamento do consumidor à sua volta, não apenas na sua área de atuação, mas os rumos que ele vem tomando em todos os setores, pode ser crucial para alcançar seus objetivos.

Neste artigo, vamos mostrar para você algumas dicas práticas que podem ser adicionadas ao cotidiano das empresas em busca de uma gestão de negócio inovadora. Vamos conversar sobre esse assunto? Inspire-se em grandes nomes do setor e bora lá!

O que é gestão de negócios inovadora?

Quando falamos em inovação, a tendência é pensarmos em uma equipe altamente criativa, que nos trará ideias mirabolantes e nunca antes aplicadas para revolucionar o mercado em que atuamos. Bom, em parte, isso pode até ser verdade. Mas não é só isso que faz da gestão de negócio algo inovador.

Como mencionamos na introdução, para inovar, é preciso estar atento e perceber quais são os caminhos que as pessoas estão seguindo em suas vidas. Afinal, toda empresa, não importando o setor, lida com seres humanos, antes de consumidores.

Pensando nisso, para onde deve ser direcionado o seu foco? Veja alguns insights:

  • as razões para o mau ou bom funcionamento dos processos;
  • os padrões que levam à maior produtividade da sua equipe;
  • a movimentação da concorrência;
  • a forma como seus clientes e funcionários são impactados pelo seu negócio;
  • a abertura a novos pensamentos e oportunidades;
  • a humanização e a personalização do atendimento.

Para colocar em prática a gestão de negócio inovadora, também são necessárias algumas ações práticas. Entre as principais, podemos citar o maior envolvimento da sua equipe na administração da sua empresa. Isso pode ser feito, por exemplo, ao dar ouvidos às ideias e propostas de mudanças nos fluxos e processos, além de incentivar a participação deles na experimentação das inovações propostas.

Em resumo, quando falamos em gestão inovadora, estamos nos referindo a uma gestão da experimentação. Claro que isso exige coragem e planejamento, mas se o processo não for iniciado, o negócio pode acabar ficando para trás no mercado em que atua.

Quais os benefícios da gestão de negócio inovadora?

Antes de começar a implementar ações que podem ajudar a promover a inovação em sua empresa, vale a pena conferir quais são as vantagens desse processo.

Leia a seguir alguns dos benefícios baseados nos slogans de grandes nomes do setor alimentício: McDonald’s, Pizza Hut, Coca-Cola e Burger King, respectivamente.

I’m lovin’ it: tenha sua marca valorizada

Ao inovar, sua empresa passa a ser vista com outros olhos pelo mercado, tanto consumidores quanto concorrentes.

Assim como o slogan do McDonald’s é preciso que esses agentes amem muito tudo isso. A partir daí, você alcança um patamar mais alto e mostrando que está sempre à procura de novos produtos, processos e tecnologias que servirão para melhorar seu atendimento e, por consequência, tornar seu negócio sustentável.

Make it great: aumente os lucros e ganhe vantagem competitiva

Quem inova tem mais condições de atrair e fidelizar clientes, apresentando diferenciais que ajudarão a ter uma maior competitividade. Assim como a Pizza Hut, faça isso bem!

Além de captar um público antenado e capaz de se tornar defensor da sua marca, ainda terá a possibilidade de valorizar os seus produtos, com chances de que ele aceite pagar mais pelo serviço oferecido, reconhecendo o seu valor. Por consequência, sua lucratividade aumenta e a satisfação do cliente é cada vez maior.

Open happiness: abra novos mercados

Ao adotar uma gestão aberta a novas possibilidades de negócio, você pegará os ensinamentos da Coca-Cola e estará abrindo as portas da felicidade para o seu negócio!

Com essa ação, você terá mais chances de alcançar um público que não se sentia valorizado por seus concorrentes. Assim, usando novas tecnologias, optando por mudanças no modelo do negócio ou em seus processos — na forma de atendimento ou nos produtos e serviços oferecidos —, terá condições de atender a um nicho que não era explorado anteriormente.

Be your way: atraia e retenha talentos

Sabemos como no ramo da alimentação pode ser difícil manter seus colaboradores. Porém, ao envolvê-los na gestão de negócio inovadora, você terá mais possibilidades de engajá-los em suas ideias e fazer com que se sintam parte importante da empresa. Assim, as chances de ter ao seu lado os melhores profissionais do segmento são maiores. Do seu jeito, como no Burger King!

Pode acreditar: a inovação é transformadora, também, quando falamos em estímulo para que os colaboradores valorizem o trabalho, tenham novas ideias e as implementem, liberando sua criatividade e vontade de fazer melhor — a produtividade vai às alturas.

Como ter uma gestão inovadora no ramo de alimentos?

Mas como inserir a gestão de negócio inovadora no mercado da alimentação, considerado tão tradicional e, muitas vezes, fechado a novas possibilidades, até mesmo em razão do atendimento à legislação e questões sanitárias? É preciso trabalhar isso ao criar valor para sua marca, investindo em bom atendimento, em diferenciais no cardápio, em ações de fidelização e, claro, na incorporação da tecnologia em suas rotinas.

Para conseguir colocar em prática a inovação em cada uma dessas áreas, é preciso seguir alguns passos. Veja, a seguir.

Mobilização da equipe

Qual é o time? Então, vamos juntos, time!

Não há como levar adiante uma gestão de negócio inovadora no ramo de alimentação se você não tiver ao seu lado uma equipe motivada e pronta para aceitar as mudanças de forma engajada.

Assim, vale a pena envolver os seus colaboradores nos projetos de inovação, mostrando que suas ideias podem ser adotadas de forma sistematizada.

Conhecimento dos fluxos de trabalho e processos

Para pensar diferente, é preciso ter domínio de como acontece, hoje, o fluxo de trabalho em seu negócio. Se ele não está estabelecido, ou seja, se o atendimento ao cliente e os processos na cozinha ocorrem conforme a demanda exige, sem uma padronização, será mais difícil implementar a inovação.

Assim, antes de mudar, você será capaz de corrigir falhas e solucionar os problemas que causam entraves na produtividade da equipe. Isso ajudará a identificar quais são as oportunidades de inovar.

Identificação de oportunidade

Por falar no assunto, voltamos a um tema recorrente neste artigo: a atenção ao movimento do mercado e às mudanças de comportamento de consumidor.

Um exemplo claro é a busca das pessoas por uma vida mais saudável e sustentável, que se reflete diretamente na forma como elas têm mudado sua alimentação e procurado empresas alinhadas a esse pensamento.

Esse olhar atento permitirá que você identifique que possibilidades tem de inovar, adotando estratégias que tenham relação com a sua empresa.

Uso do feedback como ferramenta para mensurar resultados

Não somente os clientes devem ser ouvidos para que você reconheça que ações implementadas em sua empresa estão ou não funcionando. É preciso, também, ouvir os seus funcionários para que eles se sintam engajados no processo de gestão de negócio inovadora.

Investimento em tecnologia

Não há como dissociar o uso da tecnologia da inovação nas empresas. No ramo alimentício, o uso de aplicativos, softwares de gestão, cardápios diferenciados, canais de atendimento variados, entre outros, ajuda na fidelização de clientes e é fundamental para que sua empresa acompanhe a evolução do mercado, aprimorando a comunicação e proporcionando o desenvolvimento sustentável do seu negócio.

Construção de parcerias

Não há como promover a inovação sem contar com parceiros estratégicos, que possam ajudar a sua empresa a implementar as ideias inovadoras que levarão ao sucesso do negócio e à fidelização de clientes. É preciso encontrar fornecedores que ajudem a melhorar os seus resultados, que sejam confiáveis e que tenham conhecimento técnico que agregue à sua experiência no mercado.

Material bônus

Aproveite para baixar essa planilha, material gratuito, que criamos com o intuito de te ajudar a padronizar e pontuar seus fornecedores. Com essa planilha você terá uma visão clara dos seus melhores fornecedores com um mapa de rankeamento exclusivo para te ajudar no dia a dia.

O que é tendência para 2020 em alimentação?

Se você está pensando em implantar uma gestão de negócio inovadora em sua empresa do ramo alimentício, vale a pena checar quais são as tendências desse mercado para o próximo ano. Veja algumas delas.

Store in store

Trata-se de um modelo que já vem sendo adotado por grandes franquias, mas que ainda pode ser melhor explorado pelas empresas menores, com perfil mais local. Estamos falando de enxergar a possibilidade de atuar junto a outra marca, ou seja, abrir dois negócios conjuntamente.

Um exemplo prático: que tal, em um mesmo estabelecimento, ter uma cafeteria e uma loja de sorvetes? Ou uma confeitaria dentro de uma grande floricultura? O importante, aqui, é que os produtos e os valores das empresas tenham sinergia e ofereçam valor agregado ao cliente.

Espaços compartilhados

Dividir os espaços com outras empresas do ramo de alimentação pode ser uma excelente solução para reduzir os custos fixos, como aluguel de imóvel, contas de consumo, entre outros. Isso já é bastante comum de ser visto em eventos e feiras, que reúnem produtos inovadores na alimentação.

Aplicativos

Muitas empresas têm apostado na parceria com aplicativos de entrega, especializados na área de alimentação. Outras, têm criado seus próprios apps, apostando em uma maior fidelização dos clientes. O fato é que o uso dessas ferramentas está cada vez mais consolidado e novas ideias vêm surgindo, como aplicativos que ajudam a gerenciar filas ou para o atendimento dos pedidos sem a necessidade de esperar pelo garçom.

Coworking

Para negócios que fazem os alimentos em casa, pode ser interessante a adoção desse modelo de trabalho. Ele tem sido muito usado, por exemplo, pelas cervejarias artesanais, que já não dão mais conta da produção caseira dos seus produtos. Assim, elas enviam as receitas para uma fábrica, que as segue com precisão, atendendo a várias marcas ao mesmo tempo.

É como se fosse uma incubadora de cozinhas. Você aluga o espaço por um determinado período, além de oferecer uma área para armazenamento dos alimentos e utensílios. Uma boa oportunidade de compartilhar ideias e aumentar as chances de realizar parcerias até que a marca esteja consolidada.

Quais empresas alimentícias são exemplos em inovação?

Algumas marcas do segmento são apontadas como inovadoras pela forma como trouxeram mudanças no atendimento aos clientes ou nos produtos e serviços oferecidos. Que tal conhecer algumas delas e se inspirar em sua coragem?

Green Food

De olho no consumidor que está mais preocupado com uma alimentação saudável, já em 2014, a Green Food começou a comercializar suas saladas em potes de vidro. A operação teve início em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, somente com entregas. Hoje, porém, atende os clientes em unidades próprias e é um sucesso.

Light Chef

Esse é outro exemplo de empresa do setor alimentício que manteve o foco no atendimento às pessoas que procuram refeições mais leves. O diferencial, aqui, está no fato de ela atuar como e-commerce, vendendo comida congelada com entrega em casa.

O cardápio é todo voltado à alimentação saudável e os proprietários contam com o apoio de nutricionistas para sua elaboração. Outra inovação no negócio da Light Chef: o cliente pode entrar no site e escolher o que vai pedir a partir do seu perfil, que pode ser vegano, para emagrecimento, dietas sem lactose, entre outros.

Pede Sabores

A Pede Sabores é uma empresa criada por quatro amigos que também apostaram no modelo de e-commerce para se firmar no mercado. Eles oferecem aos clientes a possibilidade de comprar pela internet, com serviço delivery, legumes, frutas e verduras. Há opções de kits pré-selecionados ou de fazer as suas próprias escolhas.

Saladorama

Parece que estamos apenas falando sobre alimentação saudável, não é mesmo? A razão para isso é que as empresas estão atentas ao movimento do consumidor nesse sentido.

Por isso, a Saladorama aposta, desde 2015, na oferta de produtos mais baratos, permitindo que mais pessoas possam ter uma alimentação mais natural, leve e rica em nutrientes. Assim, a empresa realiza suas entregas para quem mora em comunidades no Rio de Janeiro.

Cake Circle

Por fim, a empresa que realiza uma gestão de negócio inovadora que pode inspirar você é a Cake Circle, criada por três gaúchos com a proposta de permitir que o cliente monte seu próprio bolo. O negócio começou na internet, mas já há uma loja física. O projeto teve como base os restaurantes que oferecem a personalização de massas e sanduíches.

Como você pode perceber, adotar a gestão de negócio inovadora é crucial para que sua empresa esteja sempre alinhada às necessidades e às mudanças de comportamento do consumidor.

Para isso, é preciso oferecer a ele soluções que levem à sua satisfação e, por consequência, fidelização. Para isso, você deve atentar às tendências de negócio e às inovações tecnológicas que possam ajudar a melhorar os seus processos.

Gostou do nosso artigo e quer ficar por dentro de outros artigos relevantes para ajudar a sua empresa a crescer de forma sustentável e rentável? Siga nossas páginas no Facebook, no LinkedIn, no Instagram, no YouTube e no Twitter!