A marca pode até trazer confiança, ajudar no marketing e na gestão de  franquias, mas é preciso muito mais. 

Se você é um dos muitos franqueadores que encontram dificuldades no caminho, este artigo foi feito especialmente para você.

Queremos te dar uma “mãozinha” para tornar a sua gestão de franquias perfeita, zero defeitos. Confira algumas dicas interessantes para você melhorar o seu negócio, leia:

1 – A gestão de franquias depende de conhecer a fundo o mercado de atuação

Em primeiro lugar, para ter uma boa gestão de franquia é importante estudar e conhecer a fundo o mercado de atuação. 

Participe de fóruns e workshops sobre gestão de negócios, converse com franqueados que estão há mais tempo no ramo, pesquise dicas e conteúdos sobre o tema em instituições como o Sebrae, ABF e Fiemg, por exemplo. Conhecimento é tudo, pessoal!

É preciso compreender bem como funciona o seu segmento, para isso defina personas para o seu negócio. 

A persona é o cliente ideal de um negócio. Portanto, servem para guiar os seus esforços de venda e direcionar melhor seus investimentos.

1º passo: defina as perguntas

Pense em quais informações são relevantes para o seu negócio, como idade sexo, classe social, hábitos e gostos do seu público, por exemplo.

2º passo: amplie a pesquisa

Você deve aplicar a pesquisa de personas tanto com os atuais clientes quanto os antigos. 

Com esses dados em mãos, você saberá se está no caminho certo e poderá corrigir o percurso, caso não esteja. 

A boa notícia é que existem ferramentas gratuitas para te ajudar a aplicar essa pesquisa: TypeForm, Survey Monkey e até mesmo Word são algumas delas.

3º passo: análise dos dados da pesquisa

Como já comentado acima, você poderá analisar se está atraindo o cliente ideal ou identificar o que fazer para acertar o alvo.

Nesta etapa, primeiramente faça uma análise dos dados e identifique padrões de consumo. O mais importante é você entender quem são os clientes do seu negócio.

Fique tranquilo! Você pode encontrar 2 ou 3 personas e trabalhar, inicialmente, com apenas uma. Mas comece!

Depois de identificar as personas, vale a pena observar  os concorrentes diretos e indiretos do seu negócio.

Existem muitas técnicas para isso, por exemplo,  a análise SWOT. Essa outra ferramenta vai mostrar os pontos fracos e fortes do seu concorrente, e quais as oportunidades e fraquezas da sua franquia neste cenário. 

Para elaborar a análise SWOT, use a imagem abaixo, coloque as forças e fraquezas da sua empresa na primeira linha e as oportunidades e ameaças perante aos concorrentes, na segunda linha (dos fatores externos).

Aqui vai mais uma dica preciosa: uma criança consome brinquedos, mas não os compra, certo?

Esse é um clássico exemplo de como é preciso saber a diferença entre o shopper (quem vai comprar o produto ou serviço) e o consumidor (quem consome o seu produto ou serviço). 

Isso vai te ajudar a planejar comunicações diferentes e eficazes para os dois. Bacana, né?

2 – Padronize os processos para uma boa gestão de franquias

Podemos afirmar que uma boa gestão de franquias tem relação direta com o nível de qualidade dos produtos ou serviços? Com certeza!

Imagine você de viagem, aproveitando a paisagem. Lá, você resolve visitar determinado restaurante, porque na sua cidade tem uma unidade desta franquia que você adora a comida. 

O pedido acabou de chegar, mas a carne parece diferente e o sabor, definitivamente, não é o mesmo. Algo de errado não está certo!

Muitas franquias fazem compras em fornecedores não homologados, alteram o cardápio por conta própria, e isso coloca em xeque a credibilidade do lugar. Cartão vermelho para esse tipo de atitude.

Cada franquia possui o mesmo material de trabalho, da mesma forma isso ocorre com os treinamentos e meios de divulgação, regras de vestuário, etc. Mas dentro desse contexto, como uma unidade pode se destacar positivamente em relação às outras? 

Aqui entra a boa gestão da franquia! Unifique os processos e procure tecnologias que possam te auxiliar a garantir a qualidade máxima de serviço ou de um produto.

3 – Use indicadores de desempenho para fazer a gestão de sua franquia

Para obter os resultados esperados e alcançar os objetivos definidos, é indispensável ter indicadores de desempenho dos franqueados. 

Este acompanhamento dos indicadores vão medir se a franquia está tendo, como resultado, um bom desempenho ou não.

Tenha como indicadores o ticket médio, volume de vendas, taxa de conversão e lucratividade, por exemplo. 

Uma gestão de franquias correta utiliza uma base de informações segura para tomar decisões, fugindo de escolhas através dos achismos e do feeling do gestor.

4 – Tenha um bom gerenciamento financeiro

Ninguém quer sair do azul, não é mesmo? Por isso, é indispensável ter um bom gerenciamento financeiro, ainda mais na gestão de franquias.

Organize os fluxos de caixa, controle de custos, do mesmo modo, o planejamento financeiro da sua franquia e veja a mágica acontecer: logo o retorno sobre o investimento chegará para você!

Acima de tudo: não se esqueça, nada de misturar às finanças pessoais com as da empresa. É cilada, Bino! 

Por isso, o melhor a ser feito é buscar soluções e ferramentas para auxiliar no controle

Existem soluções que resolvem tudo em um só lugar com sistema de frente de caixa e solução completa de meio de pagamento. Como resultado, há maior facilidade na gestão financeira da sua franquia.

5 – Invista em marketing

Como diria Chacrinha, “quem não se comunica, se trumbica!”. As pessoas não saberão do seu negócio se você não o promover, por isso, invista em marketing para ter sucesso com a sua franquia.

Ter uma imagem fortalecida perante o público é fundamental em qualquer franquia.

Contrate pessoas qualificadas para fazer este trabalho, reinvista parte do lucro e melhore o engajamento da sua empresa nos canais de comunicação, como resultado, ganhe mais visibilidade.

6 – Aposte em uma plataforma de gestão de franquias

Pra que complicar se podemos simplificar, concorda?

Ter uma plataforma de gestão de franquias não é só um diferencial, é uma maneira de reduzir erros e um caminho para a felicidade… ops, facilidade!

Pense no tempo economizado que um sistema completo de gestão de franquias pode te oferecer? Agora imagine isso escalável para todas às unidades da sua franquia?

Mais do que um meio de pagamento

Com ferramentas como o Social Pay, por exemplo, é mais simples ter uma gestão de negócios ágil e com processos otimizados. 

Nele também é possível controlar pedidos via delivery, unificar a frente de caixa com os meios de pagamento e um resumo financeiro da operação.

O Social Pay é uma solução de meios de pagamento integrada com um sistema de gestão unificado para restaurantes para te ajudar no controle da operação da franquia. Com uma visão sistêmica dessas, o resultado só pode ser zero defeitos!  

Gostou das dicas que preparamos para você elevar o nível da sua gestão de franquias? Então confira mais sobre o assunto em nosso blog e conheça mais sobre a Social Pay!

Mais artigos no nosso blog, acesse e confira.